Descomeço na solidão (da quarentena)



0 Comentários

Capa do EP Descomeço, de Leandro Maciel

Na última sexta-feira (19), mais um artista periférico deu à luz. Descomeço é o segundo EP de Leandro Maciel (o primeiro é Não Só, de 2019), cantor e compositor cearense, nascido e vivido no bairro Bom Jardim, periferia da zona oeste de Fortaleza. O EP de quatro músicas foi composto e produzido durante o período de isolamento social. Os arranjos e as gravações foram feitas na quarentena em sua casa, durante aproximadamente duas semanas. De acordo com Leandro, este momento “refletiu diretamente na gestação criativa do projeto, abordando temas que tratam com sensibilidade novas formas de se enxergar a vida e o mundo ao redor”.

O processo para lançar Descomeço foi continuado posteriormente com a participação de outros artistas, à distância, bem como foi realizado de forma remota o processo de mixagem e masterização, feito por Osmar Rodrigues. 

Quanto aos tempos caóticos que estamos vivenciando, por um lado Leandro se mostra pessimista: “Uma coisa bastante falada nesse período é o pós-pandemia, mas eu acabo sendo muito cético em relação a essas mudanças, sabe? Crer que toda a lógica do funcionamento da sociedade vai mudar, deixando as pessoas e as empresas mais solidárias, me parece até uma ingenuidade.” 

Mas eis aí que surge Descomeço, justamente para apontar outras perspectivas. O ceticismo dá lugar a uma mirada de beleza nas pequenas coisas do cotidiano, influenciada pela simplicidade do  poeta Manoel de Barros. “O que eu falo nas músicas é sobre olhar para o que eu estou vivendo com uma outra visão, tentando ver a beleza e a poesia das coisas, e buscando o que é realmente importante. Isso me veio muito após ler Manoel de Barros, que foca a poesia dele em coisas que geralmente não damos muita importância, ou até mesmo no nada, o que eu busquei foi pegar buscar o delírio do Manoel”.

(Foto: Uli Batista)

Quanto às ideias artísticas para frente, sobre sua carreira musical, Leandro me responde com um trecho de uma das canções de Descomeço: “´Quase sempre eu faço sem pensar no sentido´. Eu sou um homem periférico, nasci e vivi desde sempre no Bom Jardim, e que resolveu fazer música autoral, sendo um estilo que não é modelo mais comercial, isso, por si só, eu creio que é um tanto subversivo”. 

O artista também reflete sobre a dificuldade de oportunidades artístico-culturais às pessoas periféricas como ele: “Não existem tantas pessoas de onde eu venho tendo um grande alcance em suas produções artísticas e vivendo disso, acho que quebrar essa parede e alcançar esse ponto seria o ideal, tanto do ponto de vista pessoal, como no sentido de abrir portas para que outras pessoas do mesmo lugar que eu tenham esse exemplo e que creiam que é possível”. 

Conheça o artista nas plataformas digitais

Deezer https://www.deezer.com/br/artist/12417616

Spotify https://open.spotify.com/artist/78xiMN3rTfVBsRoi89N85t

Apple Music https://music.apple.com/br/artist/leandro-maciel/1259121503

YouTube https://www.youtube.com/c/leandromacielmusica

Contatos

leandromacielmusica@gmail.com

///

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *