Isso não é Netflix!



0 Comentários

artur@revistaberro.com Ano passado, viajei sozinho por quatro meses e meio. Mochilão nas costas, prancha de surfe debaixo do braço, diário de viagem sempre a postos… Muitos ônibus, barcos, topiques e

As baratas, as pessoas e a modernidade: uma nada convencional releitura kafkiana



2 Comentários

Por Artur Pires Havia muitos anos que não ia ao zoológico. Algo para mais de uma década. Mas dia desses estava em Brasília, e os cicerones brasilienses me recomendaram uma

A farsa eleitoral e a invenção da “democracia”



0 Comentários

Já escrevi algumas vezes sobre a farsa do processo eleitoral e sobre a incapacidade da “democracia representativa” burguesa consolidar os ideais de um mundo socialmente justo para a humanidade. I. Democracia representativa

O impeachment e a política: por trás das aparências, decantam as mesmas práticas



0 Comentários

Enquanto a militância chorava o seu impedimento, Dilma “jogava” a política real no Senado (Foto: Agência Senado) Por Artur Pires artur@revistaberro.com “Sob as oposições espetaculares esconde-se a unidade da miséria. A

Para além da Matrix (ou Ensaio sobre a Liberdade)



0 Comentários

Por Artur Pires Inflação galopante (leia-se arroz e feijão mais caro), ajuste fiscal (leia-se arrocho salarial, desemprego em massa e ataques aos direitos trabalhistas), energia elétrica em níveis estratosféricos, superávit

Córagi, dinhêro i bala



0 Comentários

(Ilustrações: Klévisson Viana, na HQ Lampião… Era o cavalo do tempo atrás da besta da vida; 1998, SP, Hedra) Das reminiscências infantis, do início dos 90, guardo com gosto doce

A revolução das consciências



0 Comentários

(Arte: Luis Quilles) Por Artur Pires O que fazer quando todas as factualidades levam ao completo descrédito na política brasileira? O que fazer quando “políticos” sem nenhum estofo ético, suspeitos

Crônicas da Cidade: Ou vai… ou racha!



0 Comentários

(Foto: #VaiTerCampinho, de Gabriel Gonçalves) Artur Pires Não, o título acima decididamente não faz alusão a nenhuma necessidade iminente de decidir-se sobre algo, de optar por algo ou qualquer coisa

A violência legitimada e a seletividade midiática*



0 Comentários

(Charge: Latuff) Por Artur Pires Anote aí: ainda hoje, em qualquer noticiário midiático da imprensa empresarial, de qualquer parte do Brasil, você, leitor/ouvinte/telespectador/internauta, tomará ciência de, no mínimo, mais um

O apartheid brasileiro não acabou



0 Comentários

(Charge: Alpino) Por Artur Pires Imagine aí a situação: você é negro e pobre, nasceu e cresceu numa favela. Em toda sua vida, dentre as opções de lazer, ir ao shopping nunca