Suçuarana, entre veredas e trincheiras



0 Comentários

Manhã estranha, mais uma vez sentia que o tempo não era bom. Além do seu preparo, sua sensitividade sempre tinha contribuído pra sua preservação e de quem mais estivesse junto.

Bruta flor



0 Comentários

Tornar-se mulher nunca foi um mar de rosas. Fomos e somos bruxas. Queimadas na Inquisição, subjugadas e subestimadas durante todo o processo de construção familiar, desrespeitadas em todos os sentidos.

Tributo a Raul Seixas



2 Comentários

A chama do primeiro cigarro demorou mais que eu esperava. Planos de pegar o primeiro trem da estação de Natal até Ceará-Mirim em um sábado foram ficando para o de

Casamento de Raposa



0 Comentários

Por Thiago Noronha Quando eu era criança, eu achava que o Sol e a Chuva eram inimigos e ficavam brigando entre si. O Sol era o mais poderoso de todos. Uma

Para Ler No Vaso



0 Comentários

Por Thiago Noronha Os banheiros são os cômodos mais sinceros de uma casa. Um banheiro diz muito sobre os usuários e suas rotinas. Pego-me a recordar, na manhã de uma quarta

Minha Vida é uma arte



0 Comentários

Um dos trabalhos artísticos de Wesley com fogo Por Wesley D´Amico Minha Vida é uma arte. Tive que sujar as mãos de graxa, cortar lenha, derreter metais, e fazer joias,

O espaço de Jangu



5 Comentários

(Foto: Johnny Herman) Por Rômulo Silva Jangu fitou os olhos na avenida fronteiriça. Dois rios paralelos e barulhentos. Um deságua sentido Bom Jardim – parente próximo de Jangu, quem sabe…

No presídio o comunismo é mais legítimo do que na universidade



0 Comentários

Por Jardson Remido Ontem conversando com a minha companheira sobre os amargos que passei nas grades insalubres do sistema socioeducativo inútil, discorri sobre a união, o agregar, o repartir. Falei

Democracia I



0 Comentários

Por Vanessa Dourado Os anos tinham passado, ela não percebeu que foi morrendo aos poucos. Não percebeu que o interesse já não era o mesmo, que as pessoas só queriam

Os idiotas (II)



0 Comentários

(Pintura: Iberê Camargo) Por Vanessa Dourado Já passado o momento da doutrinação midiática – coisa que não precisou de muito tempo, pois havia pouca capacidade analítica -, os idiotas começaram a