Olha aí, o baculejo!



0 Comentários

“… que nada era inédito, estava tudo reverberando nas ondas do mundo, mundo, vasto mundo, desde sempre e para sempre do infinito?” (Cellina Muniz) Era um sábado. Não um sábado

Manda nudes, manda!!??



0 Comentários

“Não há nada no mundo que substitua a possibilidade de viver aos pouquinhos com quem amamos, até porque não dá para se querer tudo e querer viver tudo de uma

A ressaca



0 Comentários

“Beber é uma coisa emotiva. É um ato que cria uma quebra na mesmice da rotina. Tira você do seu corpo e da sua mente e te joga contra a

As chaves no caminho



0 Comentários

“Nunca me esquecerei desse acontecimento na vida de minhas retinas tão fatigadas. Nunca me esquecerei que no meio do caminho tinha uma pedra tinha uma pedra no meio do caminho