Cartas a Ardilla: Buenos Aires



0 Comentários

Buenos Aires, 20 de agosto de 2020 Querido Ardilla, Viver estes dias de confinamento e escutar as notícias que chegam todos os minutos fazem a vida perder um pouco de

Estado punitivo-penal e a produção social da delinquência



0 Comentários

Com a figura do delinquente criada pela administração penitenciária e essencializada pelas agências midiáticas (meios de comunicação de massa), é quase inescapável às pessoas que praticam a criminalidade pobre evitarem