Notas de rodar pé #1*



0 Comentários

João Ernesto

A rua somos nós e
nosso olhar sem
pressa.

Parece que tem
policiais dentro de
mim sempre dispostos
a lançar bombas de
gás lacrimogêneo a
qualquer manifestação
apaixonada.

Desde quando passei a beber
demais, eu demoro a me
recuperar dos tombos. As
feridas demoram a
cicatrizar e eu uso todo
tipo de remédio indevido.

Mas elas sempre escorrem de
madrugada, salgadas pelo
tempo e reabertas pelo
desconsolo desse cobertor.

Às vezes me assusta
notar como as pessoas
fantasiam seu
cotidiano.

*“Notas de rodar pé” é uma série de zine do berrador João Ernesto iniciada recentemente, distribuída pelas ruas de Fortaleza e publicada na Berro

João Ernesto acredita que as reticências ainda querem dizer muita coisa…


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *