1

“A Escola é Nóis”: Berro facilita projeto de Educomunicação no Bom Jardim

(Foto: Geovana/ Revista Berro)

Olha que notícia massa, galera! Se assentem e tomem tento para lê-la! Ontem, 11 de setembro, iniciamos o “A Escola é Nóis”, um projeto de educomunicação e direitos humanos de 60 horas que será realizado pelos próximos três meses na Escola de Ensino Fundamental e Médio (EEFM) Santo Amaro, no Bom Jardim, bairro da zona oeste de Fortaleza (CE). A iniciativa é uma parceria entre o Instituto Dragão do Mar – por meio do Centro Cultural do Bom Jardim (CCBJ) – e a Berro.

Ao longo dos próximos meses, vamos desenvolver junto com os/as estudantes – uma turma de aproximadamente 25 discentes – a elaboração de um jornal escolar impresso, a montagem de uma rádio-escola, a criação de um blog, com acompanhamento nas redes sociais, e o gerenciamento de softwares para captação e edição audiovisual em dispositivos móveis (smartphones e tablets). A ideia fundamental da formação é que, ao final do projeto, os/as jovens, com média de idade entre 15 e 18 anos, além de pensarem a comunicação social a partir de uma perspectiva crítica e reflexiva, mantenham autonomamente a continuação dos produtos comunicacionais desenvolvidos (nas linguagens de impresso, rádio e internet) e estejam aptos a compartilharem os saberes, conhecimentos e técnicas aos/às demais colegas. Não é massa? A gente da Berro está super instigado, porque temos um montão de coisas a trocar com essas meninas e meninos, muito a aprender, muito a repassar!

A Lorena Estephany, de 17 anos, que cursa o 3º ano do Ensino Médio, também está instigada! Ela nos contou que resolveu fazer o curso porque queria ampliar seus conhecimentos, já que aprender coisas novas é algo que a motiva. “Comunicação é uma coisa que eu gosto”, comenta Lorena, com um brilho no olho que transmite toda sua potência juvenil. O Sterlan Moreira, também de 17 anos, que está no 9º ano do Ensino Fundamental, nos disse que, por mais que ele queira através do projeto aprimorar-se profissionalmente e aprender a falar em público, o principal mesmo é “conviver com as pessoas, fazer amizades novas”. De nossa parte, já ganhou amigos novos, viu Sterlan? Aliás, a fala do Sterlan é bem representativa. De quê adianta absorver novos saberes e conhecimento se esquecemos de cultivar a amizade nas relações interpessoais, né?

2O diretor da escola Santo Amaro, Marcos Matias, 36 anos, acredita na possibilidade da educação pública propor e formar estudantes com uma leitura crítica e dialógica sobre as questões sociais. É por isso que ele está dando todo o apoio ao projeto. “É preciso tratar esses meninos e meninas como gente, ter um olhar diferenciado para eles. Acredito que [com o curso] vão começar a refletir e elaborar melhor suas próprias questões, vão perceber o mundo através da linguagem, seja ela escrita ou oral”, diz Marcos.

A Berro é uma revista em movimento. Comunicação-movimento! Ela sai do papel, sai da internet, e vai ao encontro das pessoas, no rumo dos processos de construção coletiva, porque é nisso que acreditamos! Se, infelizmente, não temos dinheiro para lançar novas edições impressas (isso é uma peleja, minha gente!), não estamos parados. Caminhar nas trilhas da construção de um mundo justo, fraterno e igualitário é, possivelmente, a razão de existir dessa revistinha enxerida. Que tenhamos sempre a força da sonhação (sonho + ação)! Oxalá!

 

Deixe uma resposta