Botando água



0 Comentários

(Ilustração: Lara Albuquerque)

Em cima
do carretel
o mundo gira
pesando a embira
arrastando o destino
esquecido ao léu

Sede de poço
à beira o moço
a esperança é a vista no céu
(…)

No ombro
a carga da rotina
do balde o espelho
vai pra tina

A alma que era funda
agora é rasa no tonel
o tanque que inunda
sacia com água doce o fel.

///

Gleyfson Rodrigues – ou “poeta por acaso” – é licenciado em Letras (UFC) e docente em escolas públicas da Prefeitura Municipal de Fortaleza.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *