Aurora



2 Comentários

Ana Bento

Um olhar que ainda não tem coragem de si mesmo
interroga, desafia, seduz
as pupilas de outro alguém
mas que ao perceber os efeitos
de contração e dilatação nas suas
voa no ar
desmirando qualquer lugar
é a luz que faz contrair e dilatar
cada olhar é um universo
estrelas, galáxias, planetas
astros em geral
histórias escondidas, desvendadas e contadas
no astral
essa dança de forças energéticas e oculares
que tocam a alma
o toque é tato

Ana Bento é bicho, gente, semente


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *