fepaschoal 2016 (2)_Foto_Manuela Galindo

Fepaschoal traduz a urbanidade em ritmo e canção em seu novo disco

(Foto: Manuela Galindo/divulgação)

Filho da geração Myspace, o músico e compositor Fepaschoal lançou seu novo álbum no início do mês. Com o nome de O Canto do Urbanóide Parte I, o disco é um convite para um passeio pela mente e ambiente de um ser desassossegado da grande cidade. Estará disponível para download (remunerado ou gratuito) na plataforma BandCamp. Composto por oito faixas, entre elas, “Contém Glutém”- single lançado no final de 2014 -, o novo trabalho reafirma a diversidade de ritmos e misturas já presentes em Comando Guatemala (2011) – primeiro álbum do músico – e tem como referências o som de Daft Punk, Beastie Boys, Miles Davis, Fela Kuti, Tom Zé e Caetano Veloso.

Em O Canto do Urbanóide Parte I estão expressos os sons, as palavras que passeiam na imaginação e pequenos ou grandes devaneios de um transeunte em meio urbano. Sua poética mescla elementos simples e corriqueiros do cotidiano deste personagem “urbanóide”, com reflexões e canções sobre a interpessoalidade, sobre as tensões políticas e mazelas ambientais dos últimos tempos, sobre conseguir, mesmo que por um momento, sentir prazer em meio ao caos, e sobre ter consciência da insignificância do indivíduo perante o universo. Tudo isso aliado a uma sonoridade densa, espacial, dançante e repleta de referências estilísticas. Sua maneira característica de misturar influências está presente em seu trabalho. Entre as já utilizadas guitarras, vozes, baixos e baterias, surge agora um flerte com a música eletrônica, através do uso de sintetizadores e samples.

Capa _Fepaschoal - O Canto do Urbanóide Parte I_Produzido de maneira independente, o novo álbum contém uma perceptível sensibilidade para as linguagens e sensações do presente e toda a indeterminação em torno dessas. Para a realização do novo trabalho, Fepaschoal contou ainda com a participação fundamental de outros músicos convidados: Edu Szjanbrum e Saulo Santos (percussão), Huemerson Leal e Henrique Paoli (bateria), Manel Fogo e Jackson Pinheiro (baixo), Jeremy Naud (teclados), Gil Mello (guitarra), Aline Maria, e Manel 7Linhas (vocais e back vocals).

Logo após o lançamento do álbum, também serão disponibilizados vídeos, um para cada música do novo trabalho, com o registro do show de Fepaschoal realizado no início deste ano na Casa Verde, em Vitória (ES).

Inquietude e alquimia lírico-sonora

O trabalho do músico e compositor Fepaschoal é marcado pela fusão da poética das ruas e coloquialismo com ritmos afro, latinos e eletrônicos, numa verve pulsante, bastante ligada ao rock (no sentido mais plural do gênero). É um artista inquieto, impulsionado pela curiosidade, pesquisa e alquimia lírico-sonora, em busca de um som original.  Da geração de músicos e bandas que se destacaram por meio da rede “Myspace“, iniciou sua carreira em 2008, lançando singles que rapidamente lhe proporcionaram respaldo da mídia capixaba e convites para shows em boa parte do Brasil.

O primeiro disco, Comando Guatemala (2011), no qual o compositor conseguiu apresentar um caldeirão diversificado de influências, teve boa resposta da crítica, figurou na lista de “mais tocadas” no extinto site Trama Virtual, serviu como trilha sonora em diversos produtos audiovisuais e também para rádio. Fepaschoal também participou de outros projetos e discos, com bandas e músicos como Mukeka di Rato, Aurora Górdon, André Paste e Pó de Ser Emoriô.

Canal no  Soundcloud: https://soundcloud.com/fepaschoal

Canal no Youtube: https://www.youtube.com/user/fepaschoal85

Fan Page: @fapagefepaschoal

Instagram: @fepas.shot

Twitter: @fepaschoal

Contatos: (27) 98134-6831

Deixe uma resposta