Padrão



0 Comentários

vitorgrilo@revistaberro.com Deu meia-noite. Cedo demais pra pegar altura. Mas tinha marcado. Ia chegar um chegado, irmão da quebrada. Ele da Serrinha. Eu do Rodolfo. Eu trinta e poucos, ele vinte

Solta o Berro! (6ª edição)



0 Comentários

bodeberro@revistaberro.com Vida e morte, João! 3ª edição  João Duarte: Aí negrada, enchimeuzói d’água com essa matéria do traficante da Cazumba. Parece que não foi difícil pra vocês enxergarem o “João”

Isso não é Netflix!



0 Comentários

artur@revistaberro.com Ano passado, viajei sozinho por quatro meses e meio. Mochilão nas costas, prancha de surfe debaixo do braço, diário de viagem sempre a postos… Muitos ônibus, barcos, topiques e

Branquitude



0 Comentários

dani@revistaberro.com O discurso de posse do maior cargo do Estado brasileiro, que pela própria estrutura já reverencia a bandeira, a lei e a família desde a Proclamação da República, traz

“Manter um meio de comunicação ativo não é tarefa fácil”



0 Comentários

vanedourado.m@gmail.com Nestes anos de existência, a Berro tentou dar conta de temas importantes. O foco da revista é nítido: visibilizar os setores vulnerados da sociedade e abordar temas importantes desde

Sobrevivendo na adversidade



0 Comentários

Mais do que práticas rotineiras, “Rotinas” aborda os desafios das gentes simples para ter o de-comer do dia a dia. A partir do diálogo com três comerciantes do São Cristóvão,

Frieza



0 Comentários

“Me parece, não é o mundo que é tão ruim, mas o que estamos fazendo com ele. E tudo que estou dizendo é ver que mundo maravilhoso seria se apenas